Espécies para recuperação de áreas degradadas de mata tropical

Atualmente os olhos do mundo estão voltados para projetos de recuperação dos ambientes modificados pelas atividades antrópicas ao longo dos anos. Dessa forma o presente texto tem como objetivo apresentar espécies arbóreas que apresentam um grande potencial nessas atividades. Lembrando que as espécies citadas abaixo foram tiradas de projetos executados na região norte do país onde resido, porém, acredito que serão facilmente identificadas por todos por se tratarem de espécies bastante populares.

Embaúba (Cecropia sp)

As embaúbas são leves, pouco exigentes quanto a solo, de rápido crescimento e muito comuns em áreas desmatadas em recuperação. Seus frutos são atrativos da vida silvestre, sendo palatável para diversas espécies. Outro ponto positivo é a fácil dispersão das sementes, aumentando rapidamente o número de indivíduos no local.

Bandarra (Schizolobium amazonicum)

Schizolobium amazonicum, conhecido popularmente como pinho-cuiabano, paricá, bandarra, pode ser encontrada naturalmente na região Amazônica. Apresenta grande potencial para utilização em programas de reflorestamento, recuperação de áreas degradadas. Possui crescimento inicial rápido, e boa adaptabilidade.

Jenipapo (Genipa americana)

No Brasil, a espécie é nativa da Amazônia e da mata atlântica, principalmente em matas mais úmidas, ou próximas à rios, o que a torna importante para a restauração de matas ciliares. Possui frutos palatáveis a vida silvestre, produz flores melíferas, com produção de néctar.

Buriti (Mauritia flexuosa L. f.)

Ocorre em toda a Amazônia e Pantanal em matas de galeria e ciliares, podendo formar densos buritizais. Se estabelece sobre solos mal drenados, sendo essa mais uma espécie indicada para recuperação das matas ciliares. O buriti é considerada a palmeira mais abundante do país. Também apresenta frutos atrativos aos animais, tornando-se, assim como a demais espécies citadas acima, essencial para restauração da fauna e flora dos ambientes degradados.

Leia também!

Alaíde Carvalho

Alaíde Carvalho

view all posts

Acadêmica de Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Rondônia, moro em Rolim de Moura-RO, sou Taurina apaixonada por tudo que reflete vida, futura pesquisadora.

0 Comments CLIQUE E COMENTE →


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>