Os três pilares de uma Educação Ambiental Crítica

Em tempos de degradação socioambiental, a educação tem papel fundamental no ensino de estratégias para que esta situação não cause a destruição dos ecossistemas e de nossa própria espécie. A Educação Ambiental se originou junto às pessoas que reivindicavam mais respeito e amor à natureza concomitantemente às manifestações do movimento hippie. Dentre as correntes de educação ambiental, temos a que se intitula Crítica, porque seu objetivo, além de propor uma relação saudável do humano com o ambiente, busca formar pessoas que consigam entender o mundo á sua volta e não sejam manipuladas. Escolher atitudes e hábitos que não lhe sejam maléficos, mantendo o possível para ter uma relação saudável consigo, com a sociedade e a natureza.

Para atingir esse objetivo, se apoia em três pontos essenciais para a formação de um cidadão responsável por suas atitudes, sensível perante seu mundo e situado historicamente. São os Conhecimentos, Valores Éticos e Estéticos e, Participação Política; três elementos que se completam, de importâncias equivalentes.

Os conhecimentos são essenciais para formar um sujeito esclarecido sobre os acontecimentos do mundo, do país, Estado e Município onde mora; quais são as dificuldades socioambientais e as conquistas econômicas e tecnológicas que estamos vivenciando. Além disso, é importante ser trabalhado a ética e moral de cada um e de uma comunidade, já que estas concepções têm grande influência de nos fazer decidir para quem serão aplicados os resultados dos avanços do conhecimento. E por último, a participação política que não se limita a governo e políticos. A ausência de atitude e de participação do indivíduo e população nas decisões que interferem na vida coletiva provoca maiores injustiças, as quais poucas pessoas que participam serão mais beneficiadas e quem não participa acaba por não ter seus direitos atendidos.

Desta forma é se trabalhando, entendendo e praticando cada esfera dentro e fora da escola que alcançamos as finalidades da Educação Ambiental Crítica. Então cada vez que você ver uma atividade sobre, por exemplo, plantação orgânica nas escolas, ela envolverá as três propostas da EA Crítica se abranger conhecimentos sobre plantação, cuidados e crescimento. Os valores: o que cada um gosta de comer, se gosta ou não de plantar e o porquê, até se prefere comprar. Envolver participação num diálogo sobre o que se fala sobre os alimentos atualmente, como era abordado antes; o que se pode comprar dentro e fora da cidade, qual a contribuição de cada um e da escola para tornar a alimentação algo mais saudável e satisfatória, dentre outros vários assuntos que podem surgir e sejam pertinentes no momento. Além disso, a EA Crítica também pode ser perfeitamente abordada em outras matérias como história e matemática, já que sua função é formar pessoas sujeitos de si, esclarecidas, solidárias e felizes.

Leia também!

Ellen Garcia

Ellen Garcia

view all posts

Bióloga, de Piedade-SP. Graduada pela UNESP, me interesso em meio ambiente de forma geral: animais, plantas, ecologia, cidades sustentáveis, reciclagem, educação ambiental, alimentação saudável, vegetariana e vegana, hortas caseiras, produtos orgânicos e locais, decoração de ambientes, artesanatos, literatura e escrita.

0 Comments CLIQUE E COMENTE →


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>