Chama-da-floresta

Espécie de nome científico Spathodea campanulata, conhecida popularmente como Bisnagueira, Tulipeira-do-gabão ou chama-da-floresta, pode atingir de 7 a 25 metros de altura. Suas flores são grandes de cores vermelhas amareladas, formam cachos em forma de sino, com botões numerosos que abrem-se sucessivamente, garantindo uma longa floração, sendo os responsáveis pela exuberante beleza desta espécie. A espécie é muito popular como planta ornamental, encontram-se nas calçadas, fazendas, sítios, escolas, terrenos e quintais.

Originária da África tropical essa espécie foi espalhada pelo mundo todo para fins paisagísticos, hoje ela pode ser encontrada nas Américas, na Ásia, e na Oceania. De fácil propagação ela se tornou invasiva em algumas regiões. Suas flores são atrativas para abelhas e aves devido à secreção abundante de mel e à sua coloração vibrante, tornando-se o motivo de brigas territoriais entre espécies. Alguns pesquisadores afirmam que seu néctar é tóxicos para alguns insetos. Esses fatos levaram essa espécie a ser indesejadas em algumas regiões.

Quando paramos para admirar a beleza de uma espécie é inevitável o desejo de termos um exemplar, mas antes de sucumbirmos ao desejo devemos respeita-las. Particularmente acredito que a natureza seja perfeita, somos nós com nossas interferências que causamos sua imperfeição. Respeitar o habitat natural de uma planta é nossa obrigação como seres pensantes.

A Spathodea campanulata é uma espécie de beleza inigualável, a qual dedico respeito e admiração assim como a todas as espécies arbóreas que hoje, mesmo não sendo nativas de nosso país, tornaram-se parte da flora brasileira.

Leia também!

Alaíde Carvalho

Alaíde Carvalho

view all posts

Acadêmica de Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Rondônia, moro em Rolim de Moura-RO, sou Taurina apaixonada por tudo que reflete vida, futura pesquisadora.

0 Comments CLIQUE E COMENTE →


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>