Muito além do lixo plástico

Ideias boas que priorizam o cuidado com o meio ambiente surgem a todo o momento. O munícipio de Cândido Mota, em São Paulo, que o diga! Lá a ONG Pró Azul, que tem como missão principal preservar o meio ambiente através de ações sustentáveis, desenvolveu um tijolo plástico, feito a partir de resíduos retirados do aterro sanitário da cidade.

O processo de fabricação é simples: o pó de plástico, obtido a partir dos resíduos de indústrias do setor plástico e outros materiais plásticos descartados, é misturado com cimento, água e um catalisador, usado para dar liga à massa e que também foi desenvolvido pela ONG. A massa é enformada e dá origem ao tijolo que nem parece ser feito de plástico.

Algumas calçadas de Cândido Mota foram feitas com o tijolo e testes estão sendo desenvolvidos para que ele seja usado na construção de casas. Com a ideia de diminuir a quantidade desses resíduos plásticos, que demoram mais de cem anos para se decompor, a iniciativa também colabora para aumentar a renda dos catadores de lixo que trabalham no aterro. Outra grande vantagem do tijolo é que ele não precisa de cimento para fazer o rejunte, apenas de areia, o que favorece a absorção da água da chuva.

Além do tijolo de plástico, a ONG desenvolveu o tijolo de papel, que já está em fase de teste. Se vocês pensam que criatividade e inovação estão apenas nos versáteis tijolos, enganam-se! A mesma massa utilizada para fazer o tijolo quando misturada com mantas, descartadas pelas indústrias, vira vasos e cachepôs. O que é descartado acaba transformando-se nas mãos dos voluntários da ONG. Atualmente, eles produzem biodiesel feito com óleo de cozinha usado e que abastece a caminhonete da organização.

São iniciativas como essa que valem a pena, não acham?

Leia também!

Tarsyla Masys

Tarsyla Masys

view all posts

Paulistana, publicitária, pós-graduada em Gestão Cultural, amante da natureza, apaixonada pelo universo literário e em busca de ideias inovadoras que mudem o mundo.

0 Comments CLIQUE E COMENTE →


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>